A Missão de Deus na Bíblia – Era dos Patriarcas

A Missão de Deus na Bíblia – Era dos Patriarcas

Olá, pessoal!

Como vimos anteriormente (de forma resumida e bem modesta), a Missão de Deus é o resgate, a reconciliação e a salvação de toda a humanidade, à sua essência criada, e a destruição total do pecado.

Então, já entendemos que Deus tem um propósito universal, ou seja, para todo o mundo.

E para não ficar apenas nas nossas palavras…rs….vejamos alguns versículos sobre isso:
 “Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação.”  2 Coríntios 5:18,19
“Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo.1 João 2:2
“Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio Dele”.  João 3:17

E em toda a Bíblia, desde o início, podemos ver o “plano estratégico” de Deus para alcançar toda a humanidade.

Por exemplo, na Era Patriarcal:
Em Gênesis 12:1-3, Deus faz uma aliança com Abrão: “Então o Senhor disse a Abrão: “Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei. Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção. Abençoarei os que o abençoarem, e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem; e por meio de você todos os povos da terra serão abençoados.
Como resultado da obediência de Abrão a Deus, Deus faria dele um grande povo (Israel); esse povo seria abençoado por Deus e conhecido entre os outros povos; e pela bênção de Deus que está sobre esse povo, todos os outros povos da terra seriam abençoados.

Veja, ao fazer a aliança com Abrão, Deus já demonstra sua intenção de alcançar todos os povos da terra. Abrão é eleito de acordo com a soberania de Deus para iniciar a execução dos Seus planos de salvação!

Essa aliança de Deus com Abrão ainda é repetida muitas vezes:

  • Para Abraão em outros trechos de Gênesis: 12:7; 13:16; 15:5; 18:18; 24:7; 22:16-18.
  • Para Isaque, em Gênesis 26:3-5: “Permaneça nesta terra mais um pouco, e eu estarei com você e o abençoarei. Porque a você e a seus descendentes darei todas estas terras e confirmarei o juramento que fiz a seu pai Abraão. Tornarei seus descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e lhes darei todas estas terras; e por meio da sua descendência todos os povos da terra serão abençoados, porque Abraão me obedeceu e guardou meus preceitos, meus mandamentos, meus decretos e minhas leis“.
  • Para Jacó, em Gênesis 28:13,14: “Ao lado dele estava o Senhor, que lhe disse: “Eu sou o Senhor, o Deus de seu pai Abraão e o Deus de Isaque. Darei a você e a seus descendentes a terra na qual você está deitado. Seus descendentes serão como o pó da terra, e se espalharão para o Oeste e para o Leste, para o Norte e para o Sul. Todos os povos da terra serão abençoados por meio de você e da sua descendência.”

Em todos os textos acima, podemos ver Deus declarando que através da descendência de Abraão (Israel) todos os povos da terra serão abençoados. Mesmo Deus tendo escolhido um povo específico para se revelar e refletir quem Ele é, Ele busca alcançar as nações, inclusive através desse povo escolhido. Pois quando Israel obedecia a Deus e seguia Seus mandamentos, ele refletia o caráter de Deus, inclusive para os outros povos.

Deus é Deus das nações!

Prosseguindo no Antigo Testamento também podemos ver Deus atuando entre as outras nações:

  • Na Babilônia: “Então diga-lhes: ‘Assim diz o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel: Mandarei chamar meu servo Nabucodonosor, rei da Babilônia, e ele colocará o seu trono sobre essas pedras que enterrei, e estenderá a sua tenda real sobre elas.” (Jeremias 43:10)
  • Na Pérsia: “…que diz acerca de Ciro: ‘Ele é meu pastor, e realizará tudo o que me agrada; ele dirá acerca de Jerusalém: “Seja reconstruída”, e do templo: “Sejam lançados os seus alicerces” (Isaías 44:28) / “Eu levantarei esse homem em minha retidão: Farei direitos todos os seus caminhos. Ele reconstruirá minha cidade e libertará os exilados, sem exigir pagamento nem qualquer recompensa, diz o Senhor dos Exércitos.” (Isaías 45:13)

E no texto que acredito ser o mais “famoso” do Antigo Testamento usado para missões: o envio de Jonas para Nínive (Deus alcançando um povo – que não era Israel – para levar salvação e restauração).
“Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha presença”. (Jonas 1:2)
“…Cubram-se de pano de saco, homens e animais. E todos clamem a Deus com todas as suas forças. Deixem os maus caminhos e a violência. Talvez Deus se arrependa e abandone a sua ira, e não sejamos destruídos”. Deus viu o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos. Então Deus se arrependeu e não os destruiu como tinha ameaçado.” ( Jonas 3:8-10)

No próximo post continuaremos no Antigo Testamento, e vamos ver a manifestação do plano de salvação de Deus para a humanidade revelado através do livro de Salmos.

Vocês já tinham pensado que esses textos tão conhecidos do Antigo Testamento já estavam revelando o plano de salvação de Deus para nós?

Compartilhe seus pensamentos conosco aqui nos comentários…

Este post tem 2 comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu