A Missão de Deus na Bíblia – Salmos

A Missão de Deus na Bíblia – Salmos

Olá, pessoal!

No post anterior (leia aqui) falamos sobre os reflexos da Missão de Deus no Antigo Testamento, principalmente na Era dos Patriarcas, agora, continuando pela Bíblia, vamos ver os sinais do plano de Deus para alcançar toda a humanidade presente nos Salmos.

Dos 150 capítulos do livro de Salmos, 73 deles são escritos por Davi e em todo o livro, encontramos mais de 175 referências relacionadas às nações do mundo!

 “Louvem o Senhor, todas as nações; exaltem-no, todos os povos!
Porque imenso é o seu amor leal por nós, e a fidelidade do Senhor dura para sempre. Aleluia!”
Salmos 117:1-2

“Todas as nações que tu formaste virão e te adorarão, Senhor, glorificarão o teu nome.
Pois tu és grande e realizas feitos maravilhosos; só tu és Deus!”
Salmos 86:9-10  

Não é interessante pensar que desde aquele tempo já se declarava que Deus não era Deus só de Israel? Mas que a Sua salvação alcançaria todas as nações da terra? E que todos os povos conheceriam e adorariam ao Senhor? (ainda mais pensando que naquele tempo eles não tinham dimensão do tamanho da terra…rs…).
Pois é, os Salmos foram escritos de forma que estivessem de acordo com o propósito e mensagem de chamar as nações a conhecer e adorar a Deus. E Israel é o responsável em anunciar a Glória de Deus às nações.

“Que Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe, e faça resplandecer o seu rosto sobre nós,  para que sejam conhecidos na terra os teus caminhos, a tua salvação entre todas as nações. Louvem- te os povos, ó Deus; louvem- te todos os povos. Exultem e cantem de alegria as nações, pois governas os povos com justiça e guias as nações na terra. Louvem- te os povos, ó Deus; louvem- te todos os povos. Que a terra dê a sua colheita, e Deus, o nosso Deus, nos abençoe! Que Deus nos abençoe, e o temam todos os confins da terra.” Salmos 67:1-7

“Bendito seja o Senhor Deus, o Deus de Israel, o único que realiza feitos maravilhosos.
Bendito seja o seu glorioso nome para sempre; encha-se toda a terra da sua glória. Amém e amém.”
Salmos 72:18-19

E o propósito de Deus revelado nos Salmos, de alcançar todas as pessoas em toda a terra, não se limitava ao chamamento das nações para conhecê-lo de uma forma geral, mas também no particular… Enquanto a Bíblia, em geral, relata aquilo que Deus fez pelo povo e o que Ele falou a eles, nos Salmos é principalmente o homem que fala para Deus.

 “Eu te amo, ó Senhor, minha força. O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus é o meu rochedo, em quem me refugio. Ele é o meu escudo e o poder que me salva, a minha torre alta.” Salmos 18:1 e 2

Você alguma vez se identificou lendo algum capítulo de Salmos ou cantando algum louvor baseado em algum texto desse livro?
Pois é, uma característica interessante dos Salmos é que eles foram escritos de uma forma espiritual e reflexiva, mas também pessoal. Muitos deles expressam de forma sincera e natural as necessidades e sentimentos que todos nós como seres humanos temos. E esses atributos ultrapassam limites de tempo, cultura e nacionalidade, de forma que pessoas no mundo inteiro, através de toda história, se identificam com o conteúdo dos Salmos.

Isso não é incrível?
Com certeza não é coincidência! Faz parte do plano de Deus para continuar alcançando as gerações.

E as marcas desse plano de Deus continuam pela Bíblia.
No próximo post vamos conversar sobre elas nos livros dos profetas.

Com qual capítulo ou louvor baseado nos Salmos você já se identificou ou se identifica?

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Fechar Menu